Nudes BBB17: Fotos de Gabriela Flor Nua Paparazzo

Nudes BBB17: Fotos de Gabriela Flor Nua Paparazzo. No Paparazzo – em ensaio que vai ao ar nesta terça-feira, 7 -, a ex-BBB também falou sobre o tipo de homem que gosta: ‘Quanto mais rústico, melhor.’ Bailarina profissional, a ex-participante do “BBB 17” Gabriela Flor usa a dança como uma das suas artes da conquista. E, nesse embalo, ao som de música, ela aproveita para provocar ainda mais o parceiro com um striptease. “Adoro fazer! Gosto de provocar, tirando uma peça de cada vez. Vou tirando bem devagar… Sempre penso no personagem quando me disponho a fazer algo. Quem dança incorpora, né?”, disse ela, durante seu ensaio para o Paparazzo, que vai ao ar nesta terça-feira, 7.

Entre uma foto e outra, Gabriela admitiu, no entanto, que não gosta do parceiro tirando a roupa para ela: “Gosto de fazer strip. De ver, nem tanto. Homem não precisa ser aquela coisa sensual, fortão. Quanto mais rústico, melhor.”

E o que mais agrada Gabriela Flor? Ela abre o jogo: “Não gosto de homem que curte aparecer, sabe? Prefiro os misteriosos, com charme. Homem que já chega como pavão me assusta um pouco. Metrossexual também não gosto… Homem muito depilado aqui, ali, que deixa a sobrancelha menor que a minha, muita academia… E aqueles que não podem comer isso e aquilo? Para mim, não dá”.

Trilha sonora ideal na cama
Além da dança, para Gabriela Flor uma música bem escolhida também apimenta muito o momento a dois. “Baiano é assim, né? Tem óleo de dendê na corrente sanguínea, gingado natural e adora música. Gosto de fazer amor com uma playlist ao fundo. Dependendo do que você coloca, deixa o clima mais quente ou mais romântico. Adoro, por exemplo, a Corinne Bailey Rae. Só de ouvir uma música dessa mulher, você já entra no clima”.

Exalando tanta sensualidade, a ex-participante do “BBB 17”, claro, também já foi paquerada por mulheres, mas garante ter ficado só nisso. “A dança mexe muito com a imaginação, aí algumas mulheres já deram em cima de mim. Mas sou bem resolvida com isso”, afirmou. “Chegam elogiando, algumas são até mais atiradas que homens. Mas aí me posiciono com gentileza e respeito. Nunca fiquei com mulheres, tenho amigas bissexuais, mas o que gosto mesmo é de homem”.